jusbrasil.com.br
26 de Novembro de 2020
    Adicione tópicos

    TCE-MT julga procedência parcial à representação interna

    O Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso deu procedência parcial à representação interna formulada em desfavor da Prefeitura Municipal de Tangará da Serra, sob a gestão de Julio Cesar Davoli Ladeia. A decisão foi tomada na sessão ordinária do dia 31 de julho.

    Trata-se de supostas irregularidades cometidas pelas servidoras Rosane Denise Poletto e Ivete Sanches Rodrigues entre elas o fato da primeira ser proprietária de empresa prestadora de serviços contratada pelo município.

    Em seu voto, o conselheiro relator, Valter Albano, acolheu parcialmente o parecer do Ministério Público de Contas e votou pela procedência parcial da representação interna, recomendando à atual administração municipal que observe rigorosamente o disposto no art. 37 da Constituição da Republica Federativa do Brasil e no art. 9, III da Lei 8.666/93.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)